quinta-feira, 16 de junho de 2011

Sexualidade e a Wicca Moderna

Sexualidade e a Wicca Moderna
[Ainda é o texto do Grimassi]

Muitos Wiccanos que ainda desejam empregar a energia sexual, mas que por qualquer motivo desejam evitar o ato sexual real, incorporaram aspectos não-físicos da sexualidade em seus ritos. Isso pode incluir de tudo, desde danças provocantes e sedutoras a versos eróticos e linguagem e comportamentos sugestivos. Esses elementos, num cenário ritual, podem certamente evocar forte correntes sexuais.
Como vimos no capítulo dez, alguns Wiccanos empregam instrumentos rituais para substituir os participantes humanos em atos sexuais. O uso e o manuseio dos instrumentos que representam o falo ou a vagina/ útero visam gerar as energias sexuais através da magia mimética e efetuar as conexões simbólicas com os aspectos da fertilidadeque outrora fortaleciam os antigos rituais. Alguns Wiccanos acham que isso serve muito bem a seus propósitos, enquanto outros sentem uma evidente falta de força associada a esses atos simbólicos. [Só vejo motivo pra não fazer sexo ritual quando o ritual é público.]
Em tempos longínquos, a união sexual era parte do processo de iniciação, e o poder era transmitido do mestre ao aprendiz através das correntes bioeletromagnéticas geradas pelo estímulo sexual entre os sexos/ polaridades opostos. Iniciações sexuais funcionais e benéficas remontam à Antigüidade, e ainda podem ser encontradas em práticas tribais na África e na América do Sul. Ainda são utilizadas na maioria das Tradições Hereditárias e Familiares. Especialmente quando o homem é o mestre de uma mulher, muitas mulheres Wiccanas vêem a iniciação sexual como abusiva e manipulativa. No entanto, a presença de homens em quaisquer iniciações sexuais que envolvam mulheres pode negar a validade do rito [#Heim?]. Essa visão se origina claramente do comportamento sexualmente abusivo contra mulheres perpetrado por alguns homens. Esse pode não ser o caso, pois os homens Wiccanos tradiconalmente demonstram grande respeito pelas mulheres.
A sexualidade, como muitas outras coisas na Wicca, é um aspecto que os Wiccanos devem examinar individualmente para chegar às suas próprias conclusões. O que é bom para uma pessoa pode não ser necessariamente bom para outra. Assim, permito ao leitor que avalie os ensinamentos desse capítulo como seu espírito desejar.

Por Nadia Bertolini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário